domingo, 21 de fevereiro de 2016

Conceito de saúde!

Iniciarei escrevendo acerca da definição de SAÚDE a qual engloba a SAÚDE MENTAL, obviamente nosso tema principal. De acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde), saúde é um estado completo de bem estar físico, mental e social e não somente a ausência de afecções e enfermidades. Eu iria um pouco além disso. Acredito que saúde seja o estado completo de bem estar físico, mental, social e espiritual e não somente a ausência de afecções e enfermidades. Sim eu disse ESPIRITUAL! Atualmente a questão da espiritualidade como sendo um dos alicerces da vida saudável, está sendo cada vez mais bem aceita e difundida pelos profissionais da área da saúde. Para mim isso é um grande avanço. Existem muitos estudos e literatura sobre o assunto. Muitos psiquiatras e psicólogos, por exemplo, questionando, estudando e levando em consideracao a espiritualidade no contexto da saúde para melhorar o prognóstico do paciente. Sem me estender no tema espiritualidade, decidi apenas comentar porque  realmente acredito que nos momentos difíceis, o paciente precisa de todo o suporte que puderem encontrar para se tornarem fortes e capazes de lidar com os seus conflitos. Em caso de doença orgânica ou psíquica, a espiritualidade pode sim dar aos pacientes mais motivação para enfrentarem o problema e isso certamente auxilia no tratamento médico. Percebo com a minha experiência como psiquiatra no consultório que os pacientes que seguem ou praticam alguma religião ou que apenas acreditam que haja algo maior, inexplicável ou subjetivo, ou seja, os pacientes que tem FÉ, melhoram dos conflitos psíquicos com menos sofrimento e ultrapassam essa fase enferma mais rapidamente. Aliás não me restrinjo apenas aos pacientes e expando a importância da espiritualidade para todo e qualquer ser humano esteja ele enfermo ou saudável. Mas afinal o que é espiritualidade?.. Segundo o autor Guimarães, Hélio Penna, o qual escreveu " o impacto da espiritualidade na saúde física"....espiritualidade é a propensão humana a buscar significado para a vida por meio de conceitos que transcendem o tangível, á procura de um sentido de conexão com algo maior que si próprio; além disso, Marcelo Saad, que escreveu o livro intitulado "espiritualidade baseado em evidências", comenta que a espiritualidade pode ou não estar ligada a uma vivência religiosa. Citei esses exemplos porque foram com os que eu mais me identifiquei. Acredito exatamente nisso e procuro despertar os pacientes para essa questão quando há brechas para que isso ocorra. Utilizo na minha prática clínica diária para melhor entender os pacientes que a mim solicitam ajuda. Acredito que precisamos ampliar a mente para melhor ajudá-los.. A psiquiatria não é uma área exata,  matemática, e limitada em verdades cientificamente comprovadas. No momento estou lendo o livro  "a psicologia da espiritualidade" cujo autor, Larry Culiford, médico, cirurgião e clínico geral que voltou sua atenção aos estudos de psiquiatria na Escola de Medicina do Hospital St George, em Londres e recomendo a todos vcs meus queridos amigos, é realmente muito interessante. E, para finalizar, todas as pessoas podem apresentar sinais de sofrimento psíquico em alguma fase da sua vida e apenas isso não formu-la quaisquer diagnósticos. E então amigos? O que pensam a esse respeito...aguardo seus comentários.

" Negligenciar a dimensão espiritual é como ignorar o aspecto social ou psicológico do paciente e resulta em falha ao tratar a pessoa integralmente", Harold Koening. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário